terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Palavra da Direção ao iniciar o ano letivo aos Professores: Prezado professor(a), O mundo gira numa velocidade imensurável e percebemos que em outras instâncias da aprendizagem é impossível acompanhar toda essa velocidade de informações no entanto o que para nós enquanto escola não nos basta só a informação, não garante formação, conhecimento, saberes, competências e habilidades. Gostaria de informar os nossos objetivos e metas enquanto instituição comprometida com a educação em prol do ser e da sociedade: - trabalhar o ser integralmente com o objetivo de atender suas necessidades; - realizar um trabalho com resultados aparentes; - focar nas competências e habilidades, visando o sucesso e não o fracasso; - acompanhar o processo de aprendizagem individual, lembrando que cada aluno tem suas particularidades e maneiras de aprender diferentemente; - todo trabalho deverá está focado nos 4 pilares da educação conforme publicação da UNESCO que norteia a proposta pedagógica: Os quatro pilares da Educação são conc
eitos de fundamento da educação baseado no Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, coordenada por Jacques Delors. Os quatro grandes eixos que fundamentam nossa proposta são: Aprender a conhecer Debruça-se sobre o raciocínio lógico, compreensão, dedução, memória, ou seja, sobre os processos cognitivos por excelência. Contudo, deve existir a preocupação de despertar no estudante, não só estes processos em si, como o desejo de desenvolvê-los, a vontade de aprender, de querer saber mais e melhor. O ideal será sempre que a educação seja encarada, não apenas como um meio para um fim, mas também como um fim por si. Esta motivação pode apenas ser despertada por educadores competentes, sensíveis às necessidades, dificuldades e idiossincrasias dos estudantes, capazes de lhes apresentarem metodologias adequadas, ilustradoras das matérias em estudos e facilitadoras da retenção e compreensão das mesmas. Pretende-se despertar em cada aluno a sede de conhecimento, a capacidade de aprender cada vez melhor, ajudando-os a desenvolver as armas e dispositivos intelectuais e cognitivos que lhes permitam construir as suas próprias opiniões e o seu próprio pensamento crítico. Em vista a este objetivo, sugere-se o incentivo, não apenas do pensamento dedutivo, como também do intuitivo, porque, se é importante ensinar o “espírito” e método científicos ao estudante, não é menos importante ensiná-lo a lidar com a sua intuição, de modo a que possa chegar às suas próprias conclusões e aventurar-se sozinho pelos domínios do saber e do desconhecido. Aprender a fazer: Indissociável do aprender a conhecer, que lhe confere as bases teóricas, o aprender a fazer refere-se essencialmente à formação técnico-profissional do educando. Consiste essencialmente em aplicar, na prática, os seus conhecimentos teóricos. Atualmente existe outro ponto essencial a focar nesta aprendizagem, referente à comunicação. É essencial que cada indivíduo saiba comunicar. Não apenas reter e transmitir informação mas também interpretar e selecionar as torrentes de informação, muitas vezes contraditórias, com que somos bombardeados diariamente, analisar diferentes perspectivas, e refazer as suas próprias opiniões mediante novos fatos e informações.Aprender a fazer envolve uma série de técnicas a serem trabalhadas. • Aprender a conhecer, combinando uma cultura geral, suficientemente vasta, com a possibilidade de trabalhar em profundidade um pequeno número de matérias. O que também significa: aprender a aprender, para beneficiar-se das oportunidades oferecidas pela educação ao longo de toda a vida. Aprender a conviver: Este domínio da aprendizagem consiste num dos maiores desafios para os educadores, pois atua no campo das atitudes e valores. Cai neste campo o combate ao conflito, ao preconceito, às rivalidades milenares ou diárias. Se aposta na educação como veículo de paz, tolerância e compreensão; mas como fazê-lo? O relatório para UNESCO não oferece receitas, mas avança uma proposta baseada em dois princípios: primeiro a “descoberta progressiva do outro” pois, sendo o desconhecido a grande fonte de preconceitos, o conhecimento real e profundo da diversidade humana combate diretamente este “desconhecido”. Depois e sempre, a participação em projetos comuns que surge como veículo preferencial na diluição de atritos e na descoberta de pontos comuns entre povos, pois, se analisarmos a História Humana, constataremos que o Homem tende a temer o desconhecido e a aceitar o semelhante.Hoje em dia os alunos tem que respeitar os professores como eles são respeitados em casa assim deve ser a manifestação do aluno. Aprender a ser Este tipo de aprendizagem depende diretamente dos outros três. Considera-se que a Educação deve ter como finalidade o desenvolvimento total do indivíduo “espírito e corpo, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade”. À semelhança do aprender a viver com os outros, fala-se aqui da educação de valores e atitudes, mas já não direcionados para a vida em sociedade em particular, mas concretamente para o desenvolvimento individual. Pretende-se formar indivíduos autônomos, intelectualmente ativos e independentes, capazes de estabelecer relações interpessoais, de comunicarem e evoluírem permanentemente, de intervirem de forma consciente e proativa na sociedade. Portanto tendo base nesses resumidos caminhos para atingirmos objetivos eficazes na aprendizagem dos educandos do CRL INVICTUS anuncio o nosso projeto macro para o ano letivo de 2014: Conhecimento, Saberes e Valores Professor para um ano de sucesso e a convicção do dever cumprido que é o de ensinar apresentando resultados satisfatórios você tem que está internalizando nossas metas, compreendendo nossos objetivos e dominando os conhecimentos, permeando pelos saberes e enfatizando os valores juntamente com os seus alunos. Tenham um ótimo ano letivo de 2014 A Direção

domingo, 19 de janeiro de 2014

SEJAM BEM-VINDOS AO CRL INVICTUS 2014
Texto de abertura para reflexão ao ato de aprender, respeitando o nível em que se encontra a criança e deixá-la fazer suas descobertas, elaborar seu pensamento e ser responsável por sua aprendizagem.
A BORBOLETA E O CASULO
Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo; um jovem sentou-se e começou a observar a borboleta por várias horas. Ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco. Então, o jovem, percebeu que ela havia parado de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais em diante. O jovem, curioso, decidiu ajudá-la. Pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente, mas seu corpo estava frágil, pequeno e imperfeito (suas asas estavam amassadas). O jovem continuou a observar a borboleta, porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que se afirmaria com o tempo. Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida com asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o jovem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia. O casulo apertado e o esforço necessário faziam parte do processo de metamorfose, que através da pequena abertura, era o modo com que a natureza, fazia para que o fluído do corpo da borboleta chegasse as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo. O esforço é justamente o que precisamos em nossa vida para amadurecer. Precisamos respeitar o tempo do outro para que ele possa cumprir todo o seu ciclo / etapa de vida. Sejam bem vindos ao nosso colégio e ao novo processo de vida. Estamos felizes por você fazer parte da nossa comunidade educativa. Este texto ilustra que por mais que tenhamos consciência dos nossos desafios e que necessitamos da ajuda do outro, não podemos também ignorar o tempo que cada SER leva para se desenvolver. Muitas vezes é necessário o comprometimento dos envolvidos no processo escolar (Aluno, Família e Escola), para que este movimento gere o resultado desejado, fazendo com que a criança se sinta acolhida, aprenda e cresça de acordo com o seu momento. O esforço é justamente o que precisamos em nossa vida para amadurecer. Precisamos respeitar o tempo do outro para que ele possa cumprir todo o seu ciclo / etapa de vida. Sejam bem vindos ao nosso colégio e ao novo processo de vida. Estamos felizes por você fazer parte da nossa comunidade educativa.
Um abraço fraterno da Equipe Pedagógica

sábado, 9 de março de 2013

Palavra da direção Caros pais, alunos, colaboradores e parceiros: O Futuro já começou, é HOJE e não AMANHÃ! Nossa escola continuará trabalhando muito, para trazer mais melhorarias, investindo na estrutura, na capacitação de nosso corpo docente e funcional objetivando sempre o melhor para nossos alunos. Sabemos que o CRL, iniciou com muitas surpresas esse ano de 2013, começando com a alteração no seu nome fantasia:CRL INVICTUS Por que Invictus? Nossa escola está atingindo a maturidade são 16 anos de história e amor a educação, nossos alunos do ensino fundamental II não ficavam confortável com o nome Raio de Luz, achavam bonito sim, mas um pouco infantilizado. Então buscamos um nome que viesse ao encontro do desejo dos nossos alunos, foi feito concurso, mas o colégio fez uma consultoria de marketing e guardamos o nome trabalhado para concorrer com o nome sugerido por nossos alunos e quando apresentando o nome INVICTUS, logo todos concordaram e a partir dessa data, outubro de 2012 foi incorporado e alterado o nome então existente. A palavra invictus do latim significa invencível e é isso que o Raio de Luz é, em meio as intempéries permanece em pé, porque o Senhor está à frente desse trabalho. A comunidade merece uma escola de boa qualidade e estamos inserida para servi uma educação de excelência. Mantemos parcerias com o Sistema Sucesso de Ensino, Planeta Barsa, SER - Sistema de Ensino Reflexivo, Associação das Escolas de Fortaleza e SAMPAIOFERREIRA escritório associados. O objetivo dessas parcerias é estar sempre se atualizando e adequando nosso conteúdo programático a atual realidade de um mundo cada vez mais dinâmico, sempre desejosos por inovação e informações que venham contribuir com mais didáticas no processo da aquisição dos saberes dos nossos alunos e familiares.Tudo isso aliado a educação transformadora, afetiva e dinâmica que já a quase duas décadas de existência tem sido a marca do CRL.INVICTUS. Os resultados tem sido colhidos satisfatoriamente. Nossos alunos tem obtido excelentes resultados nos mais concorridos vestibulares (UFC, UECE, UNIFOR E FA7) e concursos. Temos a meta de educar e não há trabalho mais recompensador e estimulante do que a educação, pois permite que aprendamos enquanto ensinamos. Estamos sempre à disposição dos pais e alunos, seja para dirimir dúvidas, seja para receber críticas, sugestões e quaisquer novas ideias que venham somar ao nosso trabalho. Agradecemos a Deus pelas bênçãos que tem derramado sobre nós, seu cuidado e generosidade, aos parceiros pela vitalidade das experiências enriquecedoras, por nos proporcionar momentos de aprendizagem, com ricas trocas, aos colaboradores pela dedicação e amor com o qual efetivamente se entregam ao trabalho e é claro aos pais e alunos pela confiança depositada nessa escola que, de verdade, também é sua. Pretendemos sempre trabalhar seriamente e conquistar mais, crescer mais e ser efetivamente a escola que queremos e que seu filho e a comunidade também deseja. Atenciosamente, Luciene de Brito Mendonça, Equipe Administrativa e Equipe Pedagógica do CRL.INVICTUS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

ACONTECEU NO CRL EM 2012

MOMENTOS INESQUECÍVEIS ACONTECEM NO CRL QUE FAZEM PARTE DO CRESCIMENTO COGNITIVO DA CRIANÇA
- "Aprender e Ser Feliz, Isso que Importa"!
FEVEREIRO
ADAPTAÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL FINALIZOU COM UM BAILE à FANTASIA.
CRL AÇÃO
O CRL EM PARCERIA COM A CAGECE PROMOVEU CURSO DE ARTESANATO DE PAPEL. O LIXO VIRA LUXO - COLARES DE PAPEL JORNAL E REVISTAS, TRAZEM QUALIFICAÇÃO PARA UMA RENDA EXTRA FAMILIAR. O ARTESANATO RECICLADO
MARÇO
A EDUCAÇÃO INFANTIL GANHOU BRINQUEDOS NOVOS
o
O TEATRO VEM À ESCOLA - COMPANHIA DE TEATRO DE BONECOS DE BIA MARQUES E TEATRO DE BONECOS DA A CAGECE VEM AO CRL POR OCASIÃO DO DIA INTERNACIONAL DA ÁGUA 22 DE MARÇO - ÁGUA SE NÃO CUIDAR IRÁ FALTAR!
ABRIL - MÊS DA LITERATURA INFANTIL - ANIVERSÁRIO DE FORTALEZA
OS ALUNOS DO CRL COM MUITA INTREPIDEZ HOMENAGEIAM O GRANDE MONTEIRO LOBATO PELO LEGADO QUE DEIXOU A LITERATURA INFANTIL, À FANTASIA E À INFÂNCIA.
ANIVERSÁRIO DO ALUNO MATHEUS ROCHA - 30/04/2012
MAIO
UMA DAS MAIORES E SINGELAS DATAS DESSE MÊS: DIA DAS MÃES
TEMA DO ANO: MÃE TEU NOME É MÚSICA AOS MEUS OUVIDOS
JUNHO
PROJETO SUSTENTABILIDADE EM AÇÃO
O CRL HOMENAGEIA 100 DE LUIZ GONZAGA E COM MUITA ALEGRIA AS CRIANÇAS INTERPRETAM SUAS POESIAS MUSICALIZADAS.
JULHO
PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS CRL
FORAM DIAS DE ALEGRIA, DESCONTRAÇÃO, ENCANTAMENTO, DIVERSÃO E MUITAS TROCAS ENTRE AS CRIANÇAS E PROFESSORAS.
AGOSTO
É O MÊS DO PAPAI.
E COM MUITO CARINHO O CRL REPETE A DINÂMICA DE ENTRELAÇAR O DIA DOS PAIS COM O FOLCLORE.
TEMA: PAPAI VEM BRINCAR COMIGO
TUDO OCORREU EM CLIMA DE DESCONTRAÇÃO, BRINCADEIRAS FOLCLÓRICAS COM OS PAIS E FILHOS. E NO FINAL AS CRIANÇAS ENTREGARAM AO PAI OU A QUEM FAZ A FUNÇÃO PATERNA UMA OBRA DE ARTE FEITA POR ELAS MESMA. UMA TELA ARTÍSTICA.
SETEMBRO
NÓS CONTAMOS A HISTÓRIA - 7 DE SETEMBRO
DIA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

domingo, 23 de setembro de 2012

100 ANOS DE JORGE AMADO

A vida me deu mais do que pedi e mereci. Não me falta nada.
Jorge Amado nasceu a 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, distrito de Ferradas, município de Itabuna, sul do Estado da Bahia. Filho do fazendeiro de cacau João Amado de Faria e de Eulália Leal Amado.
Com um ano de idade, foi para Ilhéus, onde passou a infância. Já em Salvador, fez os estudos secundários no Colégio Antônio Vieira e no Ginásio Ipiranga. Neste período, começou a trabalhar em jornais e a participar da vida literária local, sendo um dos fundadores da Academia dos Rebeldes.
Publicou seu primeiro romance, O País do Carnaval, em 1931. Casou-se em 1933, com Matilde Garcia Rosa, com quem teve uma filha, Lila. Nesse ano publicou seu segundo romance, Cacau.
Formou-se pela Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro, em 1935. Militante comunista, Jorge foi obrigado a exilar-se na Argentina e no Uruguai entre 1941 e 1942, período em que fez longa viagem pela América Latina. Ao voltar, em 1944, separou-se de Matilde Garcia Rosa.
Em 1945, foi eleito membro da Assembléia Nacional Constituinte, na legenda do Partido Comunista Brasileiro (PCB), tendo sido o deputado federal mais votado do Estado de São Paulo. Jorge Amado foi o autor da lei (que continua em vigor até hoje) que assegura o direito à liberdade de culto religioso. Nesse mesmo ano, casou-se com Zélia Gattai. Em 1947, ano do nascimento de João Jorge, seu primeiro filho com Zélia, o PCB foi declarado ilegal e seus membros perseguidos e presos. Jorge teve que se exilar com a família na França, onde ficou até 1950, quando foi expulso. Em 1949, morreu no Rio de Janeiro sua filha Lila. Entre 1950 e 1952, viveu em Praga, onde nasceu sua filha Paloma.
Retornando ao Brasil em 1955, ele se afastou da militância política, embora tenha continuado nos quadros do Partido Comunista. Dedicou-se, a partir de então, inteiramente à literatura. Em 6 de abril de 1961, foi convidado para a cadeira de número 23, da Academia Brasileira de Letras, que tem por patrono José de Alencar, e por primeiro ocupante, Machado de Assis.
A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba em várias partes do Brasil. Seus livros foram traduzidos em 49 idiomas, existindo também exemplares em braile e em formato de áudio-livro.
O romancista morreu em Salvador, no dia 6 de agosto de 2001. Seu corpo foi cremado e suas cinzas enterradas no jardim de sua residência, na Rua Alagoinhas, no boêmio bairro do Rio Vermelho, no dia em que completaria 89 anos.
A obra de Jorge Amado recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, entre os quais se destacam: Stalin da Paz (União Soviética, 1951), Latinidade (França, 1971), Nonino (Itália, 1982), Dimitrov (Bulgária, 1989), Pablo Neruda (Rússia, 1989), Etruria de Literatura (Itália, 1989), Cino Del Duca (França, 1990), Mediterrâneo (Itália, 1990), Vitaliano Brancatti (Itália, 1995), Luis de Camões (Brasil, Portugal, 1995), Jabuti (Brasil, 1959, 1995) e Ministério da Cultura (Brasil, 1997).
Recebeu títulos de Comendador e de Grande Oficial, nas ordens da Venezuela, França, Espanha, Portugal, Chile e Argentina, além de ter sido feito Doutor Honoris Causa em 10 universidades, no Brasil, Itália, França, Portugal e Israel. O título de Doutor pela Sorbonne, na França, foi o último que recebeu pessoalmente, em 1998, em sua última viagem a Paris, quando já estava doente. O escritor tinha um carinho especial pelo título de Obá, posto civil que exercia no Ilê Axé Opô Afonjá, na Bahia
Obras de Jorge Amado:
O País do Carnaval, romance (1930)
Cacau, romance (1933)
Suor, romance (1934)
Jubiabá, romance (1935)
Mar morto, romance (1936)
Capitães da areia, romance (1937)
A estrada do mar, poesia (1938)
ABC de Castro Alves, biografia (1941)
O cavaleiro da esperança, biografia (1942)
Terras do Sem-Fim, romance (1943)
São Jorge dos Ilhéus, romance (1944)
Bahia de Todos os Santos, guia (1945)
Seara vermelha, romance (1946)
O amor do soldado, teatro (1947)
O mundo da paz, viagens (1951)
Os subterrâneos da liberdade, romance (1954)
Gabriela, cravo e canela, romance (1958)
A morte e a morte de Quincas Berro d'Água, romance (1961)
Os velhos marinheiros ou o capitão de longo curso, romance (1961)
Os pastores da noite, romance (1964)
O Compadre de Ogum,romance (1964)
Dona Flor e Seus Dois Maridos, romance (1966)
Tenda dos milagres, romance (1969)
Teresa Batista cansada de guerra, romance (1972)
O gato Malhado e a andorinha Sinhá, historieta infanto-juvenil (1976)
Tieta do Agreste, romance (1977)
Farda, fardão, camisola de dormir, romance (1979)
Do recente milagre dos pássaros, contos (1979)
O menino grapiúna, memórias (1982)
A bola e o goleiro, literatura infantil (1984)
Tocaia grande, romance (1984)
O sumiço da santa, romance (1988)
Navegação de cabotagem, memórias (1992)
A descoberta da América pelos turcos, romance (1994)
O milagre dos pássaros, fábula (1997)
Hora da Guerra, crônicas (2008)

sábado, 22 de setembro de 2012

HISTÓRICO DO DIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL E NO MUNDO

A comemoração do dia da criança no Brasil nasceu da ideia do deputado federal Galdino do Valle Filho, na década de 20, onde foi escolhido o dia 12 de outubro para comemorar a data.
Porém, em 1960, a fábrica de brinquedos Estrela fez uma promoção junto com a Johnson & Johnson, para lançar a semana do bebê robusto, onde cobriu suas metas de vendas de brinquedos e, a partir daí passou-se a comemorar o dia das crianças com muitos presentes.
Mas essa comemoração não é feita mundialmente, na mesma data.
A maioria dos países faz a comemoração segundo a ONU - Organização das Nações Unidas, tendo como o dia de todas as crianças do mundo o dia 20 de novembro, data marcada pela aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças, onde todas elas, independente de raça, credo, cor ou sexo têm direito a receber afeto, amor, compreensão, alimentação, cuidados com a saúde, educação gratuita e contra toda forma de exploração das mesmas.
Na Índia a comemoração acontece em 14 de novembro, aniversário de Jawaharlal Nehru, primeiro-ministro da Índia, quando ela se tornou independente do Reino Unido.
Em Portugal e Moçambique no dia 1º de junho.
Na Nova Zelândia, o Dia da Criança é sempre o último domingo de outubro. A cada ano, as crianças escolhem um animal nativo do país para homenagear.
No Japão a comemoração possui algumas curiosidades. Para os meninos a data se dá no dia 05 de maio, o Tango no Sekku (Dia dos Meninos). Nessa data, as famílias exibem capacetes de guerra tradicionais, para que as crianças cresçam fortes e saudáveis. Come-se bolo de arroz recheado de feijões vermelhos e enrolado em folhas de carvalho e bolo de arroz enrolado com folhas de bambu. Já para as meninas, a comemoração é feita no dia 03 de março através das tradicionais festas das bonecas, conhecidas como "Hina Matsuri". As famílias com filhas, organizam exposições de bonecas, que representam a antiga corte imperial.
Fonte: Jussara de Barros - Graduada em Pedagogia Equipe Brasil Escola
OS MANDAMENTOS DAS CRIANÇAS
01- Não me estrague. eu sei que não devo ter tudo o que peço, e, muitas vezes, só estou experimentando você.
02- Não me corrija na frente de estranhos, se quer algum resultado. Aprenderei mais se você me orientar em particular.
03- Seja firme comigo, eu prefiro assim, pois faz com que eu me sinta mais seguro.
04- Nunca se esqueça de que muitas vezes eu não posso me expressar como quero. É por isso que eu não sou sempre preciso no que falo.
05- Não me diga que meus medos são bobos. Para mim eles são reais, e você poderia tranqüilizar-me, tentando entendê-los.
06- Não teste muito minha honestidade, às vezes sou tentado a mentir.
07- Não me deixe adquirir maus hábitos, pois dependo de você para distingui-los.
08- Não me proteja das conseqüências dos meus atos; às vezes preciso aprender pelos caminhos mais ásperos.
09- Não pense que seria rebaixar-se pedir desculpas a mim; desculpas sinceras tornam-se surpreendentementes afetuosas.
10- Não me faça sentir que todos os meus atos são errados. Isso confundirá meu senso de valores.
11- Nunca me diga que você é perfeito. Ficarei muito decepcionado quando descobrir que você não o é.
12- Não seja inconsistente, pois isto me confunde.
13- Não leve muito a sério minhas pequenas dores; às vezes necessito delas para obter a atenção de que preciso.
14- Não me ignore quando faço perguntas. Se você me ignorar, procurarei as respostas em outro lugar.
15- Não me faça promessas que você não pode cumprir. Isso me deixará muito decepcionado.
16- Nunca se esqueça que gosto de experimentar as coisas por mim mesmo. Não conseguiria prosseguir na vida sem isto!! Por favor, tolere-me!!!
Colaborador: Desconhecido